.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-04-11

 

Nobre Fernando

O meu colega de blog, João Abel, já discorreu sobre o escândalo mas o escândalo é tão escandaloso que não resisto a escandalizar-me. Ainda que não muito porque - fruto da idade -  já vi tanta coisa!

Claro que qualquer "independente" tem todo o direito a filiar-se ou entrar nas listas de um partido sem se desonrar. Mas não é este o caso. Fernando Nobre acabou de ser um candidato à Presidência da República, em que exibia como sua mais valia relativa aos concorrentes (ganhando nisso, aos pontos, ao candidato Cavaco Silva), como pedra de toque distintiva dos outros candidatos a sua qualidade de "não político" a sua repugnância implícita aos partidos e à actividade política.

Este Nobre Senhor a quem muitos se rendiam e justamente, por ser o Senhor AMI obteve um grande e surpreendente êxito eleitoral com uma campanha a explorar o filão populista do "não político" quimicamente puro e na primeira oportunidade atira-se para o regaço (para o fosso! segundo a sua reclamada ideologia) de um partido, para a política "profissional", ainda por cima com a desculpa lorpa de que tinha necessidade de dinheiro. Porque precisava de dinheiro. Ao menos estivesse calado. Explicasse que era porque sim.

Quem não tenha chegado à política agora, conhece por experiência, o que se têm passado por esse mundo de Deus com os políticos muito "independentes", os políticos não políticos, os políticos que enfatizam muito o seu horror á política e aos partidos. São, em geral, o que há de pior na política Populistas, demagogos.

Não votei neste Nobre Senhor apesar de instado pelo meu amigo EP (como se sentirá ele agora?), mas muitas vezes dei ao seu AMI aquela parcela de IRS que podemos dar. Fui surpreendido duas vezes. Pelo resultado que obteve com a mais capciosa demagogia (ou nem era demagogia? ou o Senhor é mesmo assim?)  e por esta cambalhota, triplo mortal empranchado com pirueta.

E Passos?... Pedro Passos, Senhor? leva Nobre à cinta como um troféu de caça? Mas o que Nobre andou a defender na política choca-se frontalmente com o programa neoliberal do PSD! Passos... terá sido Alberto João, lá nas festas da Madeira, que lhe passou esta rasteira?

Etiquetas:


Comments:
Caro Raimundo,
... faço link... inevitavelmente!
Abraço.
 
quando às turras tantos andam

somalizando um país

que nem sequer tem piratas de jêto

e só piratas políticos de baixa extracção

viciados no $ e do poder para sustentar clientelas das câmaras e do poder central

é o fim de um regime que se afunda nas pateadas políticas

tal como a monarquia ninguém a não ser tolos morrerão para o manter
 
Nem 10 Salazares expulsavam o FMI, mas que tristeza.

Com Salazar, o Nobre era um dos que já estava no Tarrafal!
 
Também tem um filme preferido?

Venha partilha-lo conosco em:

http://palavrasdechocolate.blogspot.com/2011/04/um-filme-que-me-marcou.html
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?