.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-05-02

 

Aos quatro ventos

Corre pela net e chegou à minha caixa de correio este grito de alerta de Margarida Fonseca Santos:
"Pedimos que divulguem isto aos quatro ventos." E eu espalho aos 4 ventos.
Entretanto o Movimento Cívico Não Apaguem a Memória emitiu um comunicado que pode ser lido aqui . 
"Dia 3 de Maio, pelas 9h15, um julgamento que nos remete para os tempos da ditadura...

Os réus: Margarida Fonseca Santos (autora), Carlos Fragateiro e José Manuel Castanheira (ex-directores do Nacional D. Maria II) - somos acusados, pelos sobrinhos de Silva Pais, dos crimes de difamação e ofensa à memória de pessoa falecida. No seu entender, denegrimos a imagem do último director da PIDE com a adaptação para teatro do livro A Filha Rebelde (de José Pedro Castanheira e Valdemar Cruz), feita para o TNDM em 2007, com encenação de Helena Pimenta.

O Ministério Público não acompanhou a queixa.

Conquistámos, no 25 de Abril, a liberdade de expressão, que está agora posta em causa. Mas, mais grave ainda, esta é uma tentativa de branquear a imagem daquele que foi o responsável máximo da PIDE - a polícia política que perseguiu, torturou e matou muitos opositores ao regime, entre eles o General Humberto Delgado.
Pedimos que divulguem isto aos quatro ventos.
Um abraço
Margarida Fonseca Santos"
______________
Julgamento no Dia 3 de Maio, pelas 9h15, Lisboa, no 2º Juízo Criminal, 3ª Secção, Avenida D. João II, 10801 - Edifício B. Parque das Nações.

Etiquetas: ,


Comments:
Caro Rogério Raimundo
Fiz link no "folha seca"
Abraço
Rodrigo
 
Caro Raimundo Narciso.
Peço Desculpa pela troca de nome.
(o que vale é que a Páscoa já passou)
Abraço
Rodrigo
 
É exactamente o que diz o comunicado - precisamos, para além de falar da liberdade de criação artística, de manter viva a memória do que foi o fascismo, a PIDE e a conquista da liberdade em Abril de 74. Considero isso um dever como cidadã - a minha arma é a escrita e o teatro. Continuarei a fazê-lo...
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?