.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-05-02

 

Revelações

É o título de um livro interessante que estou a ler de autor português, o economista João Pedro Martins.

Este livro para localizar um pouco a matéria tratada tem como subtítulo "Os Paraísos Fiscais. A Injustiça dos Sistemas de Tributação e o Mundo dos Pobres".

A Pgs 13 encontrei "O Vaticano sem impostos". Não o vou transcrever pois até a lei não o permite, mas apenas deixar um cheirinho de alerta que eventualmente poderá ter a ver com a pressa na Santidade do papa polaco.

O autor após contar várias peripécias ligadas ao Banco do Vaticano (em que fala de Roberto Calvi " o banqueiro de Deus" e do célebre cardeal Marcinkus, membro da P2, presidente do Banco) termina assim:

"O banco do Vaticano foi ainda acusado de trabalhar com fundos ilegais provenientes do sindicato polaco Solidariedade. Em Dezembro de 2009 a revista Panorama avança com a notícia de que o Banco do Vaticano estava sob investigação das autoridades italianas por suspeitas de lavagem de dinheiro no valor de 180 milhões de euros".

Anote-se que o diário italiano La Republica (1 de Junho de 2010) escreveu que o IOR (banco do Vaticano) era a cortina para esconder diversos crimes de fraude e fuga fiscal.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?