.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-06-17

 

Está escolhido o governo

Independentemente das políticas que vão aplicar em que o acordo com a troica é quem manda, tenho sérias dúvidas da capacidade de aplicação de vários dos governantes nomeados em pastas chave como a economia.

Não ponho em causa que os conhecimentos do nóvel ministro se ajustem ao programa do governo, o que questiono é a falta de conhecimento do aparelho de Estado.

Dei como exemplo a economia mas há várias outras pastas em que a falta de conhecimento de funcionamento é real.

Veremos!!!

Etiquetas: ,


Comments:
Caro João Abel,
Partilho a apreensão...
Obrigado.
Abraço.
 
Ana Paula,

Um abraço, mas vão correr mal estas experiências.
 
Desde que não mintam nem sejam os pulhas dos sabichões destes 37 anos, estes "novatos" só teem que ser apoiados.

Correr mal é mau, mas sermos roubados, enganados, ensarilhados por banqueiros e sindicalistas, que nos~aplicam talco no rabo, antes correr mal!
 
O novo governo da direita representa o triunfo do radicalismo ideológico liberal. As finanças e a economia estão entregues a dois universitários teóricos e militantes do liberalismo económico mais radical.

A saúde ao melhor gestor dos interesses dos seguros médicos, a pessoa indicada para destruir com eficiência o Serviço Nacional de Saíde.

Dizem-se gente nova, mas não são.

São gente bem velha, apenas cópias daqueles Chicago boys que dirigiram o Chile durante a ditadura de Pinochet, e conduziram o Chile a uma miséria e a um sofrimento da esmagadora maioria da população nunca antes vistos, tudo isso a par de um enriquecimento escandaloso da clique económica e político-militar, levado a cabo pelo NORMAL FUNCIONAMENTO DO MERCADO e pela PILHAGEM.

O novo governo é a clique que irá impor a miséria e o sofrimento à maioria esmagadora da população através do mercado puro e duro ( isto é, do triunfo dos porcos, perdão, dos fortes) e da pilhagem.

Surpreende-me apenas a presença no meio deles de NUNO CRATO. Já não de Francisco José Viegas, um medíocre escritor menor, porque a política é o destino natural de um escritor falhado.

Cavaco diz que o governo merece respeito de todos.

Confesso que não tenho respeito por Cavaco, cuja mediocridade só tem paralelo na sua arrogância.

E os respeito que tenho por Cavaco é o mesmo que o novo governo velho me merece.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?