.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-06-24

 

O povo alemão desafia a Srª Merkel...

60% do povo alemão manifestou-se contra as hesitações da Srª Merkel no apoio à Grécia.

Dizia-se que a Srª Merkel temia a reacção popular e, por isso, protelava toda e qualquer decisão sobre matéria de financiamento a países membros em dificuldades.

Agora não terá desculpa, o povo alemão foi claro.

Ou será que não tem propostas sérias e sustentadas para propor à Europa, no sentido desta preparar a saída da crise?

Alinho nesta última, independentemente de Merkel também estar longe do sentir do povo alemão, o que esta sondagem veio demonstrar.

A UE tem de criar condições para sair da crise. Apesar de haver uns quantos países mais aflitos, toda a UE pode sossobrar, se se der o colapso da UEM.

Mas sem mexidas sérias a nível orçamental para que o edifício da União Económica e Monetária construído sob pés de barro não desmorone, sem a emissão de eurobonds assumidas pelo BCE e sem um BCE mais virado para o apoio ao desenvolvimento europeu, esta Europa será um projecto sem grande futuro.

Etiquetas: ,


Comments:
As más estratégias da Alemanha podem pela terceira vez, em menos de um século, conduzir o espaço europeu ao suicídio (as 2 guerras e agora a UEM ao charco). Junto ao poste o seguinte. Sem um governo europeu, ou seja, sem um avanço para uma UE, tipo federalista, nada feito. A pouca clarividência e falta de projecto dos actuais políticos europeus vão dar com a Europa de pantanas.
Ana Teresa
 
Venho concordar com o poste e com o comentário da Ana Teresa.

E juntar que tenho dúvidas sobre o que este governo quer de facto fazer. Se pretende apenas reeditar o ser bom aluno do tempo de Cavaco Silva, estamos fritos, até porque os tempos são mais difíceis e pela gestão da economia portuguesa que Cavaco fez, ou seja, não desenvolveu a dita. Se reivindicar uma visão mais ampla, espaço e projecto de desenvolvimento nacional próprio OK.Dúvidas que queira
 
Não será que o EURO já tem prazo à vista?! Isto vai começar com a Grécia que não se aguenta. Como vai alguma vez pagar quanto deve se não produz? Depois vem Portugal um dia destes. Também não se vê como vai pagar, se depois da cura, mesmo cumprindo e ninguém acredita nisso nem cá nem lá,se a dívida estará ainda mais elevada?
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?