.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-07-09

 

EUA em 1 de Agosto, em default?

Os jornais davam conta, ontem, que os republicanos mantinham o braço de ferro com Obama, não cedendo à imperiosa necessidade que o Governo tem em obter autorização do Congresso para aumentar a dívida global federal sem o que, em 1 de Agosto próximo, os EUA (atenção! é os EUA, não é Portugal...) entrarão em default, isto é, não tem dinheiro para pagar as dívidas que vencem nessa data. Em resumo, entram no declive da "bancarrota".
Mas realtivisemos a situação. Em primeiro lugar os republicanos chegarão a acordo com o Governo de Obama. Ou, talvez mais provavelmente, este com eles. O que os republicanos, agora numa onda de extrema direita, querem não é os EUA em default, mesmo que seja os EUA do governo de Obama. O que estes representantes mais extremistas da alta finança querem é que o governo diminua as despesas com a saúde da raia miuda, a educação da cambada, de pretos, chicanos e americanos de origem europeia mas pobres, o que os torna uma variedade branca de pretos e chicanos. O que os "representantes" republicanos  querem é uma repartição da riqueza à moda de Bush (à moda implantada desde Reagan e que Obama quer mudar, ao menos um bocadinho) ou seja uma repartição mais favorável aos muito ricos.
Lá como, afinal, na Europa de Merkel, Sarkosi, BCE, e Ciª. Lá como no Portugal de Cavaco e Passos Coelho.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?