.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-07-03

 

Não nos arrojemos aos pés dos "mercados"

Quando Alexandre da Macedónia agarrou no seu pequeno exército, atravessou o Helesponto, em Abril de 334 (ac) e partiu para Oriente à conquista de praticamente todo o mundo conhecido no “Ocidente” de então, os gregos (sim, macedóneos e gregos, eles eram os gregos) do seu estado-maior, os seus generais, que se lhe dirigiam muito informalmente, verificaram com espanto que a alta nobreza do grande império Persa, que entretanto conquistaram, para falar com o Grande Imperador Dario o que primeiro faziam era arrojar-se a seus pés.

Pois agora, por aí com os gregos, nossos irmãos de infortúnio, a UE, o BCE, a corte de Bruxelas e o Grande Imperador “Os Mercados” que vejo eu? Num primeiro tempo o nosso challenger e agora o nosso primeiro-ministro dirige-se aos
 “MERCADOS” arrojando-se-lhes aos pés.

A que me estou a referir? A isto:

logo que a queda do governo de Sócrates foi anunciada, PPC foi a correr a Bruxelas dizer aos “mercados” que não se alarmassem, que ele tinha dito que não aceitava os sacrifícios do PEC-IV de Sócrates mas era apenas para ver se chegava “ao pote” porque o seu, o novo PSD, o PSD neoliberal, o PSD à direita do CDS, estava empenhado até em “ir mais além” nos sacrifícios dos portugueses.

Depois, já em Lisboa, num registo naif para vergonha e ridículo do país, não é que PPC pede desculpa! Que desculpassem se Portugal os estavam "a prejudicar". A prejudicar? Mas a quem? A UE? O BCE? O FMI? “Os mercados”! Os mercados calculo eu. Os “mercados”, que vendo-nos em estado de necessidade se dispõem a nos emprestar dinheiro a 10 ou a 15%.

Depois já com os representantes da tutela, dos “mercados”, a troica, aí no Terreiro do Paço, PPC e os rapazes do novo PSD, o PSD-NL, repetiam e repetiam que ele, logo que tivesse sentado na cadeira do poder, iria para além das imposições da troica.

O Primeiro-Ministro de Portugal não se deve arrojar aos pés dos "mercados". Nem PPC é nenhum sátrapa nem "os mercados" são o Grande Imperador da Pérsia.
É que riem-se de nós e abusam mais.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?