.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-11-21

 

Com a troika

Estamos a entrar na idade média. Com o governo Passos Coelho/Paulo Portas e Miguel Relvas ainda voltamos ao feudalismo do puro.

É bom pedalar:

http://www.youtube.com/watch_popup?v=Fl1Hqc1MGJk


Comments:
Não tarda nada, o Álvaro dá essa sugestão na AR
 
«
"Depois vieram buscar ..."
(-Brecht, Maiakovski e outros)

- E tu ficas calado e quieto ?
- Até ser demasiado tarde ?!
... chega de desculpas: Levanta-te e Luta.
»
Xa2 em http://luminaria.blogs.sapo.pt/
 
De: Porq. vou fazer GREVE.
-------------------------

VOU FAZER GREVE, CLARO !!

No dia 24 de Novembro vou fazer greve geral !
Vou fazer greve por muitas razões de natureza laboral e que diminuiram os meus rendimentos nos últimos anos.
Mas vou para a greve em particular por uma razão política essencial.
Vou fazer greve enquanto não proíbem a greve aos funcionários públicos !
Admirados?

Por acaso o Estado já não rasgou várias vezes o contrato de trabalho com os funcionários públicos ?
Ao decidir cortes salariais sem diminuição do tempo de trabalho e á revelia da contratação e negociação sindical?
Ao decidir mudar o vínculo que cada um tinha e tornando-nos a quase todos passíveis de despedimento?
Ao fazer leis que permitem pagar metade aos que estiverem na mobilidade?
Ao decretarem sobretaxas sobre o subsídio do natal de 2011 e, por fim, ao roubar-nos os subsídios de Natal e férias em 2012?
Ao ameaçar com despedimentos?

Se continuarmos a pensar em não perder o dinheiro do dia de greve e em ficar bem na fotografia não nos podemos lamentar depois quando vierem novas medidas com destaque para :

- Aumento do horário de trabalho (e não pagamento de horas extraordinárias);
- Aumento do tempo para a reforma (e + cortes no valor desta);
- Passagem á mobilidade (especial, antecâmara do despedimento, com sucessivas reduções salariais);
- Revisão da legislação para facilitar (e 'embaratecer' ainda mais o) despedimento;
- Diminuição (e já falam em futura extinção) do subsídio de desemprego, do tempo de permanência e dificultar as condições para a ele aceder.
- Acabar com o salário mínimo nacional e com a contratação colectiva, ...

A Greve Geral é assim uma forma de contestar estas políticas e este Estado que não tem palavra nem honra !

Já não é um Estado democrático !

Santo Agostinho dizia que um Estado que não faz justiça assemelha-se a um bando de ladrões !

Pois aí está!

(-por A.Brandão Guedes em http://bestrabalho.blogspot.com/ )
 
De: via Trágica vs contra-ataque às causas.
--------------

Não resulta

O novo governo espanhol, eleito ontem, pede aos mercados que lhe concedam "ao menos meia hora" para dar início à austeridade (*) com que espera tornar o país mais competitivo, diminuindo as suas importações e aumentando as suas exportações.

Mas há um problema:
o principal destino para as exportações espanholas é a França, cujo governo quer importar menos.
E o terceiro destino das exportações espanholas é Portugal, cujo governo quer, além de "empobrecer o país", importar menos e exportar mais.
Ora, o primeiro destino das exportações portuguesas é Espanha, cujo governo quer importar menos e exportar mais.

Expliquem-me como é suposto que isto dê resultado.

Rui Tavares, Público de hoje
----------------
(*)- apesar da receita austeritária do costume, e proposta agora por um governo de direita com maioria absoluta, os 'mercados' agiotas não se apiedaram e logo os juros dispararam ! (como urubus a atacar animal frágil).

Quando é que os governos e a UE percebem que a via de saída da crise não é o austeritarismo recessivo mas sim o contra-ataque aos 'mercados especuladores, aos bancos agiotas e aos criminosos que se acoitam nos paraísos fiscais...

Zé T.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?