.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-01-25

 

Pedro Rosa Mendes saneado pelo Governo de Passos /Portas

Pedro Rosa Mendes com António Lobo Antunes, na apresentação do romance "Peregrinação de Emmanuel Jhesus". Foto António Cotrim/Lusa
Pedro Rosas Mendes é um grande jornalista e escritor. Mérito reconhecido e premiado. Uma voz incómoda que denuncia a corrupção, o nepotismo. Com coragem (um bem tão escaço...) suficiente para afrontar os poderosos em vez de lhes cacarejar loas: “uma sociedade asfixiada por valores do silêncio, da cobardia, do bajulamento”.
Verticalidade envolve riscos e Passos, Portas, Relvas, prostrados interesseiramente perante "os mercados" não podem aceitar. Fazem o contrário do prometido.
Acabaram com o programa  "Este Tempo", na Antena 1 e calaram todos de uma vez: Rosa Mendes, Raquel Freire e mais três colegas.
Raquel Freire despediu-se ontem. Hoje de manhã foi a vez de Pedro Rosa Mendes fazer a sua última crónica! Começa longe, na evocação do seu recente livro sobre o Cambodja dos Khmers Vermelhos, para chegar aqui bem perto, ao estado a que isto chegou: "... Por junto, uma cultura mesquinha em que não há ninguém que diga aquilo que todos sabem, mas que todos devem calar.. Uma terra onde finalmente se instalou o medo e uma noção puramente alimentar da dignidade individual, traduza-se: está caladinho para guardares o trabalhinho."

Comments:
A sociedade portuguesa começa a ter muitos "Kmers" no poder.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?