.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-04-29

 

Fraude no BPN pode custar aos contribuintes 8,3 mil milhões de euros

Fraude no BPN é o título da grande investigação do DN que  hoje inicia a sua publicação e vai até sexta.

Fraude no BPN chegaria para pagar três anos de subsídios de férias e natal - TV & Media - DN

Vamos ter cinco dias de informação e sobretudo de muita revolta por conhecermos ainda mais em pormenor os diferentes tipos de roubo que foram cometidos e que nós portugueses vamos ter de pagar bem contra vontade, ou melhor, já em parte pagámos, mas sem poder exigir que esta gente seja julgada, presa e que no mínimo restitua ao país aquilo que roubou.

Este "modelo" da grande investigação com vários trabalhos feitos, apesar dos seus propósitos comerciais, o que é aliás perfeitamente legítimo, não deixa de praticar um grande acto cívico de denúncia de uma situação.
Neste primeiro dia, o Presidente da República Cavaco Silva  não se sai bem na fotografia. Sai mesmo bem chamuscado. "DN leu escritura do terreno da casa de férias de Cavaco que ficou isento de sisa" lê-se na primeira página do jornal que acrescenta "a propriedade custou 137 mil euros e foi adquirida a amigos através de permuta" e no interior fala dos lucros com as acções de Cavaco e sua filha Patrícia.


Mas ainda nos informa que as caras do BPN deram 130 mil euros para campanha do Presidente e que Cavaco era usado como cartão para o "private" do BPN. Isto para um Presidente fica mal, Não é assim?

A mim estas notícias  fazem- me lembrar certas repúblicas das "bananas" que existem por África e América Latina. Certamente houve neste rectângulo uma revolução geológica e fomos projectados para outro continente e não nos apercebemos bem disso.

Etiquetas:


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?