.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-05-09

 

O "carniceiro" de Alberto João Jardim...

Vítor Gaspar e Alberto João Jardim são duas personagens que não "conjugam". Gaspar aquela personagem responsável, organizada e certinha e Alberto João um inconsequente irresponsável que manda "bocas" irresponsáveis a toda a gente e a toda a hora. Toda a gente se lembra das bocas sobre o Sr. Silva, ou seja, Cavaco Silva.

Hoje Vítor Gaspar na Comissão do Orçamento e Finanças da AR pôs a nu o risco que é para o défice orçamental a situação de falência e da dívida da grande maioria das empresas do sector público da RAM da responsabilidade de Alberto João.

Sobre isso transcrevo o DNotícias da Madeira:

"O ministro das Finanças Vítor Gaspar elegeu hoje as empresas públicas da Região Autónoma da Madeira  como um dos maiores riscos que podem aumentar o défice orçamental e o nível de dívida pública devido à sua situação financeira e a cláusulas de 'rating' incluídos nos contratos.
A confirmação do risco das contas da Região no agravamento das contas do país foi feito na intervenção inicial do governante na comissão do Orçamento e Finanças, onde está a apresentar o Documento de Estratégia Orçamental do Governo (DEO) 2012-1016.
No documento, o Executivo diz que existem diversos riscos que podem ter um "especial impacto ao nível da contabilidade nacional e/ou necessidades financeiras/tesouraria anuais da RAM [Região Autónoma da Madeira]" e aponta mesmo alguns destes como tendo uma elevada probabilidade de se materializarem. Entre os principais riscos, o Governo destaca o acionamento dos chamados 'rating triggers' -- cláusulas incluídas nos contratos que podem ser acionadas em caso de mudança nas notações dadas pelas agências -- dos empréstimos e das coberturas de risco de taxa de juro, tanto da região como das empresas públicas da Região, e ainda a incapacidade para as empresas públicas financiarem a sua actividade e refinanciarem a sua dívida.
A audição a Vítor Gaspar ficou, contudo, marcada pelas críticas da oposição ao Governo por ter enviado a Bruxelas novas previsões sobre desemprego antes de as partilhar com o Parlamento. Os documentos foram distribuídos aos deputados durante os trabalhos, mas o PS chegou mesmo a pedir o adiamento desta audição".
 

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?