.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-05-29

 

A "transparência" de Cavaco Silva

"Apreciei" que Cavaco Silva lá nas suas andanças pelo Oriente não tinha querido falar do caso Miguel Relvas directamente, embora fosse falando para o minorar.

Primeiro, dizendo que se tratava de questiúnculas político-partidárias. Depois, avançou uns decímetros e disse tudo que se vai resolver de forma transparente.

E aqui chegados, interrogo-me francamente e com preocupação. 

De que conceito de transparência falava Cavaco Silva?

Do de Cavaco Silva? Se é, estamos entendidos.

Pois até hoje não percebi a transparência que houve no célebre processo das escutas de Belém. Mais opaco que aquele processo dificilmente pode haver outro. Um assessor mudou de poiso.

Miguel Relvas de algum modo também está relacionado com espiões, o que implica escutas e ameaças. E também já caiu um elemento. Aqui caiu.

Se Cavaco Silva toma como paradigma da transparência para este caso o seu de Belém ... esperemos uma transparência do mais opaca que se pode ter.

Quem deve andar com insónias é Passos Coelho. Amanha vai a provas.
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?