.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-06-25

 

Chantagem política, desorientação ou debilidade avançada?

Um pouco de tudo.

Alberto João Jardim não desmentiu Gabriel Drumond, pelo menos até agora.

Daí que o número 1 da FAMA esteja de conluio nos propósitos com o que afirmou Gabriel Drumond na entrevista ao DN.

Mas será que a FAMA vai mesmo transformar-se em "partido"?

Achava óptimo. Seria um aparecer à luz do dia de "cara" lavada.

(clicar em cima da imagem)

Vejo estas afirmações mais como uma chantagem sobre o PSD nacional do que um verdadeiro querer de um novo partido.

A Madeira está francamente mal, apesar do programa de resgate não estar a ser cumprido. Nem tem hipóteses de o ser. Quem negociou o resgate não teve a noção do que andou a fazer. 

Como poderiam formar um partido que é à partida um risco em termos de clientela, pois Alberto João, felizmente para a Madeira, já não é o que era. Cada vez reúne menos consenso. Os seus amigos estão em debandada. Uma passagem pelos cafés da baixa do Funchal dá logo o retrato da situação. A frase "ele é que é o problema" ouve-se dos seus até há pouco mais íntimos.

Além disso implica dinheiro, muito dinheiro e onde o iriam buscar?

Ao património do PSD/M? 

Embora afecto a uma Fundação não deixa de ser do PSD. Só com grandes "habilidades" jurídicas e financeiras poderá algum dinheiro transitar para o novo "partido".

Face a esta situação, embora haja alguma desorientação nas hostes- o Dr. Jardim nunca esperou sair tão mal da palco - a chantagem é a componente mais forte.

E a ideia é no mínimo ver se o Governo da República perdoa uma grande maquia da dívida e novas negociações.

O comportamento do Governo Central até pela pouca exigência que está a colocar no cumprimento do plano de resgate vai alinhar nisso, para ajudar a salvar a face do Dr. Jardim, mas tinha antes que levar o governo de Alberto João a assinar um plano de resgate até para satisfazer as exigências da Tróika.

Comments:
O Alberto J. Jardim acabou com os meninos das caixinhas e com as meninas dos bordados.

Mas acabou também com a Madeira.

E a Madeira não se reproduz mais ao contrário dos meninos das caixinhas e das meninas dos bordados.

Os furados foi a castração da Madeira.

Mas a dívida, como diz ele no Chão da Lagoa, com dois jaqués no bucho: "alguém pagará"!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?