.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-06-11

 

"O Banco de Deus" esconde dinheiro sujo?

Ettore Gotti Tedeschi (na imagem com Bento XVI em 2010), presidente do Banco do Vaticano demitido recentemente teme pela vida e toma medidas.

Dinheiro sujo, de políticos, de empresários, da mafia... onde melhor o esconder senão no banco do Vaticano? Dada a santidade do Instituto para as Obras Religiosas (nome oficial do Banco do Vaticano) quem vai desconfiar do banco de Deus?  

Mas o escândalo não é inédito e até levou, em 1982, ao assassinato de  Robert Calvi (junto a uma ponte em Londres e depois "enforcado" na ponte para simular suicídio) o presidente do Banco Ambrosiano detido em 16% pelo "Banco do Vaticano".
 _______

"O economista Ettore Gotti Tedeschi, 67, ex-presidente do Banco do Vaticano, elaborou um relatório sobre as irregularidades da instituição para ser entregue a dois seus amigos, um advogado e um jornalista do Corriere della Sera, caso ele venha a ser assassinado. A informação é do jornal El País.
Na versão do jornal, Tedeschi teme ser morto por alguém da cúpula do Vaticano desde que começou a investigar algumas contas numeradas do banco, as quais seriam de dinheiro sujo de empresários, políticos e integrantes da máfia."... O resto da notícia está aqui

E a notícia do ElPaís está aqui

Comments:
Há uma grande escola de formação "piedosa" no Vaticano de ligação à máfia. Há que não esquecer o grande professor americano, o cardeal Marcinkus.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?