.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-07-06

 

Licenciado Honoris Causa

O país era pouco letrado (e ainda o é, nas gerações mais velhas) por isso sofria do síndroma do “Sr. Dr.”. O povo submetido séculos à Inquisição e metade do século XX ao chicote da ditadura do nosso fascismo rural e jesuíta, substituiu os Srs condes, os Srs barões e os Srs morgados, banidos pela revolução republicana, pelos Srs Drs. À aproximação do "Senhor que manda" o “bom povo”,  desbarretava-se, curvava-se e saudava “Sr. Dr”.  Era assim ontem e os actuais governantes julgam que ainda assim é hoje. Nestas circunstâncias, os videirinhos alçados ao poder sentem necessidade de ter um canudo de dr para se sentirem verdadeiros Senhores. Não tendo tempo nem pachorra para  estudar, compram em determinadas “Universidades”   privadas o título de Dr.
O ministro nº 2 do Governo, o “Dr.” Relvas, deixa assim a sua imagem na pequena história da governação assinalada com esta indigna "mas legal" troca de favores entre o poder e certas “universidades”.
Mais grave, no entanto, do que toda esta vergonhosa trapalhada é mentir. Mentir sem o mais leve rubor, perante o parlamento e perante o país. E corrigir, sem aparência do menor incómodo, as sucessivas mentiras (caso das relações com o “superespião” ou o caso do jornal Público) à medida em que elas vão sendo publicamente desmascaradas. E o primeiro-ministro avalisa tudo isto numa atitude subalterna face ao ministro do aparelho do PSD a quem deve, em boa parte, segundo consta, a sua ascensão ao poder. 
Não conheço nenhum país civilizado e com um regime democrático que não imponha a imediata demissão a um governante que minta "solenemente" perante uma Comissão do Parlamento ou perante o país.  
Na quadratura do círculo, onde há várias semanas surge como o mais frontal comentador, Pacheco Pereira explicou hoje, a Lobo Xavier  que tentava desculpar Passos Coelho com a dificuldade em contrariar o poder da “Casa” (o poder do aparelho do PSD) que o 1º M não estava a ser vítima da “Casa”: «Passos Coelho é a “Casa”». E Pacheco deve saber do que fala. Miguel Relvas e Passos Coelho são um genuíno produto da "Casa". São o símbolo paradigmático da jovem geração de líderes da “Casa”.
______________
Nota:  O Dr da imagem foi encontrado aqui.

Comments:
Bem esgalhado.

Ontem, uns pouquinhos doutores (muitos iletrados)

Hoje poucos iletrados (muitos doutores)

Sempre exagerados.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?