.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-08-18

 

Há Pessoas e Pessoas

Eu sei, eu sei que impedir que dêem cabo das nossas vidas, com o desemprego, o roubo dos salários, com a venda e negociatas de empresas estratégicas para o futuro do país é uma urgência de todos os dias. Eu sei, mas hoje, agora, neste momento, só tenho isto para vos dizer:

Tenho tanto sentimenho
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.


Escrevi isto agora mesmo, ao correr da pena, que é como quem diz, ao correr do teclado.
Se há p' rá' í alguém que pensa que isto foi escrito por aquele tipo dos copinhos, na verdade um  alcoólico, sempre deprimido, deprimidi, deprimido, "menino" frustrado  "de sua mãe", que só teve uma namorada, pelintra, sem eira nem beira, que gastou a herança toda em projetos literários que se estava mesmo a ver que davam com os burrinhos na água, meio louco - meio místico - meio exotérico - enfim... um tipo que me chateia mas... que posso eu fazer ?... Ele é...
                                                um  GÉNIO

Não sei se por tudo isto ou apesar disto.
Estão a pensar certamente que foi esse tal Fernando Pessoa, pois se estão a pensar que foi ele que escreveu isto estão muito enganados. Quem escreveu isto fui eu. Ele foi só o tipo que arrumou, daquela maneira, aquelas palavras. E se acreditarmos no João Gaspar Simões fê-lo em 18 de Setembro de 1933. Tinha ele 45 anos e ia morrer daí a 2 a 30 de Novembro. Ele não sabia o dia mas...

Comments:
Raimundo
Como me tocou este post. talvez um dia te diga...
Abraço
Rodrigo
 
Meu Caro Rodrigo não guardes para amanhã o que podes fazer hoje :)

 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?