.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-10-08

 

Este governo e a competitividade no País

Passos Coelho e Gaspar falam muito de competitividade na óptica que lhes impingiu o pistoleiro Borges, como Clara Ferreira Alves denominou e bem o assessor especial deste governo para vender a pataco as empresas públicas,  o ilustre e digníssimo Professor António Borges.

E digo na óptica do pistoleiro porque é quem mais tem defendido que o português que vive do seu trabalho ganha muito, que há um desequilíbrio entre o salário e a competitividade empresarial. 

Na realidade temos um país prendado, com o mais baixo salário mínimo da Zona Euro, com o salário médio também mais baixo e com a maior disparidade de rendimentos entre os mais ricos e os mais pobres. 

Com estes indicadores é na realidade um país prendado. E se juntarmos o índice de pobreza muito acima do normal europeu e a fuga aos impostos dos maiorais deste país fica-se com a fotografia completa.

Mas o descaramento é grande. 

Ainda hoje li que as PME portuguesas têm conseguido algum financiamento para a sua actividade a uma taxa de juro de 7,79% sendo a taxa média na Europa, no mesmo período, de 4,15% (-3,64%). É obra.

Então este governo corta-nos salários e pensões em nome dessa competitividade e  empresta dinheiro os bancos a 4% para emprestarem às empresas a quase 8%?

É a maior falta de vergonha que se pode imaginar.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?