.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-10-19

 

Victor Gaspar e a vigarice do IRS "progressivo"

Victor Gaspar numa atitude de "inteligente espertinho" garantiu aos portugueses que os brutais aumentos de impostos traduzidos pela tabela de IRS para 2013, apresentados na proposta de Orçamento de Estado, obedecia à regra constitucional da progressividade, isto é, quem ganha menos tem um aumento do seu imposto percentualmente menor do que os que ganham mais. Mas como isto não passava de uma descarada mentira apresentou um quadro exemplificativo falso a querer nos fazer passar por parvos. É o que demonstra o quadro seguinte, publicado pelo Público de ontem, baseado na análise de várias firmas de consultoria e que qualquer cidadão com umas modestas luzes de Matemática pode confirmar.
Veja-se o caso de um contribuinte solteiro que ganhe 650 € por mês (apresentado no quadro abaixo). Em 2012 pagará 317 € de IRS e em 2013 pagará 511€ se o OE de Gaspar for aprovado. Então como se calcula o aumento de IRS, em percentagem?
 
511-317 = 194    e    194 : 317 = 0,612   ou em %        0,612 x 100 = 61,2%
 
Portanto o contribuinte do exemplo verá o seu IRS sofrer um aumento de 61,2 %
E que diz Gaspar para este caso?  Gaspar diz que o IRS daquele senhor teve um aumento de 2,1 % . Mas então que contas fez ? Tinha de fazer umas contas quaisquer para tentar endrominar o Zé, supostamente analfabeto. Então calculou o ordenado anual do contribuinte do exemplo: 650€  x 14 meses = 9.100 € e calculou a percentagem que aquele aumento de IRS = 194 € representa em relação ao ordenado anual
194 : 9100 = 0,02 o que em percentagem dá 0,02 x 100 = 2%

Só que estes 2% são uma percentagem do que o Sr. Gaspar quiser mas não é a percentagem de aumento do IRS.
 
Assim, olhando para a tabela, constatamos que o Sr. Gaspar diz que quem ganha 650 euros tem uma aumento de IRS de 2% e quem ganha 17.857 euros por mês tem um aumento de 6,3% logo o aumento seria progressivo. Só que a realidade é outra e fazendo as contas direitinho os contribuintes de 650 € por mês têm uma aumento de 61% e os que ganham 17.857 € por mês têm um aumento de 17,3%, uma variação do imposto regressiva, muito regressiva e não, como constitucionalmente deveria ser, progressiva.
 
Temos de nos livrar deste Governo morto mas... insepulto.


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?