.comment-link {margin-left:.6em;}

2013-07-10

 

Era útil um mínimo de reflexão!

Falta pouco mais de uma hora para se ouvir o Presidente Cavaco Silva comunicar ao pais o que já se sabe, com mais sal, pimenta ou açúcar, Cavaco Silva vem dizer que aceita o novo acordo PSD/CDS e avaliza o governo que daí vai sair.

Mas se for"espertinho" até pode dar pancada nas esquerdas. Não é que o comportamento das esquerdas seja justificativo para a decisão de Cavaco Silva em não decidir por eleições, mas pode. Veremos.

Na realidade, as esquerdas e ainda mais o PS não apontou alternativa credível. O que é diferenciar-se pela aposta no crescimento, linguagem que até o "novo" governo começa a usar?

António José Seguro, aliás como Hollande, nunca foram capazes de minimamente formatar essa aposta. Em que instrumentos a aposta no crescimento assenta? Umas ideias desgarradas sem introsão coerente. Depois, convém não esquecer que a formatação da actual Europa emperra a saída da crise. Um banco central que não tem as funções de banco central, um orçamento que nem chega a 1% do PIB, etc, etc. E acerca desta estrutura convém lembrar que a social democracia europeia tem muita responsabilidade. Convém ainda recordar que o novo pacto orçamental europeu nem foi discutido e que tem severas incompatibilidades com uma aposta no crescimento.

Em síntese, o centro esquerda não apresenta ideias fiáveis.Ficam-se pelas palavras mais fortes ou menos fortes de ataque, quando o país gostaria de ouvir era nesta fase de crise difícil como se ultrapassa a crise e se estanca o processo de empobrecimento e o desaparecimento das classes médias. Zero.

É sobre esta temática que uma reflexão alargada seria interessante.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?