.comment-link {margin-left:.6em;}

2013-08-09

 

Este goveno recauchutado em Belém continua em putrefacção continuada

Há uns dias largos que não me tem apetecido mesmo nada escrever. Hoje resolvi falar deste governo que se encontra, apesar da recauchutagem recente lá pelos lados de Belém, em estado avançado de decomposição que até obriga o PM ou pensa ele que o obriga a correr para Lisboa interrompendo as suas certamente ricas férias a tentar colar alguns cacos. Fez mal porque cada vez mais a coisa parece não ter saída. Mas angustia-me pensar em quem pode pegar na "coisa" e até olhando para as últimas sondagens parece-me que infelizmente não estarei só. O eleitorado ou sendo mais exacto boa parte do eleitorado já percebeu que embora tudo seja melhor sem este governo a nos desgovernar, não vê alternativas credíveis. Daí não mostrar indicações claras. Falar de "governo de esquerda" é um mito. Para romper com o governo da tróika que eu defendo é preciso ter alternativa ou se quisermos duas, uma na tentativa da ruptura continuando no Euro e outra em último caso saindo do Euro que não advogo. Nenhuma destas hipóteses está minimammente conceptualizada de forma que um cidadão normal adira por conhecimento, compreensão. Dizem-se umas palavras aqui e ali sem substância. O PS por seu lado ora namora ora se zanga com o namorado. Esteve "à vista", penso eu a tal "salvação nacional" que acho mais próprio apelidar de funeral. E continua tudo como dantes. Também ninguém vê o caminho do PS para a saída do atolamento em que Portugal se encontra. Daí que nos encontremos numa fase muito crítica da vida do pais.As esquerdas até parece que não fzem esforço em detectar algo que possa ser comum e base de partida. As esquerdas como estão a agir não cumprem os mínimos.
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?