.comment-link {margin-left:.6em;}

2014-03-03

 

Transparência e Integridade: "O poder capturado pelos grandes interesses"

"O presidente do TIAC, [Luís M.M. Pinto de Sousa] explicou no programa Negócios da Semana [30/12/2013], qual é doença terminal que fulmina Portugal. Não há justiça... Não há esperança, não há hipóteses, não há futuro!
Não é a corrupção de luvas e de favores... não é essa a pior chaga e mais dispendiosa forma de corrupção, são sim a nova classe de políticos conhecidos como os políticos homens de negócios, que tomaram para si o poder legislativo, o poder regulador, fiscalizador, o poder de decisão... e possuem agora todo o poder, liberdade e impunidade para por e dispor do dinheiro público, do poder público, da economia, do país e dos cidadãos.
Esta corrupção, por incrível que pareça, permite legalizar o saque.
Genial, qualquer saqueador percebe que não há nada mais eficaz para se proteger, dos que saqueia, do que tornar o saque legal, moldar as leis, e capturar a justiça.
e assim...
Proteger o saqueador... Disfarçar os saques, ...
Falir um país e milhões de famílias, sem que ninguém seja responsabilizado."
 
O vídeo está aqui: http://www.youtube.com/watch?v=DjKyIpWy4ME&feature=share&list=UUakSi4_ei0aVffdQ4GzdYuA&index=32
__________________
 
E o sítio do TIAC está aqui e vale a pena visitá-lo. Abre-nos uma janela para o Portugal escondido, para a corrupção, não aquela pequenina, ao alcance da nossa vista, que não deixando de ser corrupção não é aquela que faz de nós "servos" de quem nos rouba os salários, as reformas, as pensões, a saúde e a esperança. Que corrói o regime democrático e o procura transformar numa farsa que nos anestesie.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?