.comment-link {margin-left:.6em;}

2015-05-05

 

Coelhos e Cavacos. A Degradação do Regime

COELHO 2
O nosso 1º Passos Coelho, em visita ovina, há dias, à feira de Beja, foi interrogado sobre as buscas realizadas pela Polícia Judiciária ao gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, o da lista VIP, por suspeita de corrupção com os Vistos Gold.
"Ficou surpreendido com as averiguações?" Pedro balbuciou para o microfone:  "Para mim foi uma surpresa, mas - e traiu-se -  uma surpresa dentro da normalidade". Ora pois não! A normalidade para o 1ºM é isso mesmo, ser suspeito de corrupção e roubalheira.
O REGIME "DEMOCRÀTICO" português foi apodrecendo, em 40 anos de vida, pela gangrena dos aparelhos partidários alimentados por sucessivas gerações de Jotinhas desqualificados e ambiciosos que rapidamente se puseram ao serviço de quem mais manda, o capital financeiro.
Não é apenas este governo ou este presidente que, por ausência de princípios ou desqualificados não estão ao serviço do seu povo. É O REGIME "DEMOCRÀTICO" que aí temos que foi tomado pelo capital financeiro nacional e estrangeiro e posto ao seu serviço. Não é um "slogan" é uma realidade que para ser entendida exige estudo e muita determinação em vencer as barreiras da comunicação social dominada por esses mesmos interesses.
O regime "democrático" português segue assim "dentro da normalidade" o paradigma neoliberal reinante na maior parte dos países do mundo globalizado.
Então temos de nos conformar? É a ordem do mundo? Temos de ir, nós por cá e outros por lá, em todo o mundo, fazendo mudanças. As possíveis em cada momento, certos de que " todo o mundo é composto de mudança" e esta será tanto mais rápida quanto maior o nosso empenhamento e determinação.
Temos eleições. Parlamentares e para a Presidência da República. Não mudarão o paradigma, não vencerão de rompante as amarras que nos tolhem mas podem ser um instrumento para ir mudando. E teremos de ser crescentemente interventivos na vida quotidiana em prol da mudança.
 
COELHO 1
Como compreendo Sua Exª o Sr. 1º Ministro! Para um rapaz da TECNOFORMA onde se "trabalhava" só com uns tão poucochinhos milhões o Dias Loureiro do BPN, que duma assentada atirou 40 milhões ao ar não pode deixar de ser um ambicionado exemplo.
Já nada me surpreenderá no Passos Coelho que nos Governa.
Quando há uns dias foi inaugurar uma queijaria em Aguiar da Beira e encontrou aquele Dias Loureiro, ex-Conselheiro de Estado, por escolha de Cavaco Silva, que se celebrizou no BPN por negócios com um traficante internacional de que resultou o desaparecimento de 40 milhões de euros - o Sr. Passos Coelho que nos governa "dedicou-se a teorizar sobre o português que no futuro há-de fazer um país novo, desenvolvido e... escolheu para o simbolizar? Dias Loureiro, nem mais." Manuel Carvalho indigna-se com o comportamento inimaginável num 1ºM. (Público de 2015-05-03)
Parece um filme de terror? Parece. Mas é a realidade.
(Link: "Passos no país dos Dias Loureiros" )
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?