.comment-link {margin-left:.6em;}

2015-07-12

 

Peixe grande de Berlim quer comer peixe pequeno da Acrópole

A grande novidade do momento sobre a Grécia não é a recusa, dos ministros das Finanças do Eurogrupo às ordens de Schauble, como Maria Luís, em querer colaborar com o governo da Grécia para resolver a grave crise deste país e do Euro. A grande novidade não é a cimeira dos países do Euro com a Alemanha  acolitada pelos caniches do costume querer esganar o governo rebelde e patriótico do Syriza. 

Não, a grande novidade é a assombração, qual nuvem, que paira sobre o Parténon, A figura era de homem mas, qual Zeus, disse virado para Berlim: 


“PEIXES, a primeira coisa que me desedifica de vós é que vos comeis uns aos outros. Não só vos comeis uns aos outros senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário, era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande."

Há portugueses e portugueses. Há os que habilidosamente conseguiram com uma nuvem de mentiras, poses, trejeitos e salamaleques, tomar assento em S. Bento e são a nossa vergonha e a nossa tragédia e há os outros, as suas vítimas que somos nós. Mas temos os nossos porta-vozes. E um dos que mais prezo, o Padre António Vieira, é o que, mesmo dormindo o seu justo sono, imaginando o que aí vinha para a Grécia, para Portugal, acordou em sobressalto, subiu ao Parténon e lembrou o seu "Sermão de Santo António aos Peixes" proferido em 1654. 
________________
Nota: a imagem é o Cartoon de Michael Koutouris (grego) que acaba de ser distinguido no World Press Cartoon, em Cascais.


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?