.comment-link {margin-left:.6em;}

2015-11-09

 

O PROGRAMA DO GOVERNO DERROTADO NA AR

Cheguei à esplanada do café a las três en punto de la tarde O casal bem posto chegou logo a seguir e um pouco mais além olhava-nos atento o casal triste. O Sr Arraial fazia muitos tri ti ti tri ti ti a dois bebés em carrinho de gémeos na esperança de meter conversa com a mãe ou mesmo com o pai. A meu pedido a Cilinha mudou a TV para a SicN. Não dava futebol e a assistência foi discretamente diminuindo.No grande monitor 
a las três en punto de la tarde víamos os Calimeros a entrar para o hemiciclo, a sorrirem para os jornalistas mas com indelével tom amarelo.
(Leiam “cinco” onde está “tres” e o grande Federico aí fica em todo o seu esplendor )
A las tres de la tarde. 
Eran las tres en punto de la tarde. 
Un niño trajo la blanca sábana 
a las tres de la tarde. 
Una espuerta de cal ya prevenida 
a las tres de la tarde. 
Lo demás era muerte y sólo muerte 
a las tres de la tarde. 

O Dr. Passos da Tecnoforma, o amigo de Relvas e criação de Ângelo vem todo vestidinho de Calimero, mais passos e mais uns passos e Passos aí está na tribuna do plenário da AR a ler num papel esborratado um programa de governo nado morto. Os Senhores deputados do PSD e do CDS, dormitam mas a cada breve suspensão de Passos, o sinal, batem palmas, palmas tristes, palmas de saudade como quem está de partida.  
El viento se llevó los algodones 
a las cinco de la tarde. 
Y el óxido sembró cristal y níquel 
a las cinco de la tarde. 
Ya luchan la paloma y el leopardo 
a las cinco de la tarde. 
Y un muslo con un asta desolada 
a las cinco de la tarde. 
Os outros Senhores Deputados – o drama é esse – são em maior número e olham para o relógio e surpreendo aqui e além uma piscadela de olho. Olho para a TV, olho para o Dr. Coelho a exigir aos Senhores Deputados “as suas responsabilidades.”
Comenzaron los sones de bordón 
a las cinco de la tarde. 
Las campanas de arsénico y el humo 
a las cinco de la tarde. 
En las esquinas grupos de silencio 
a las cinco de la tarde. 
¡Y el toro solo corazón arriba! 
a las cinco de la tarde. 
O Sr Presidente da AR deu a palavra ao Sr deputado do PS Pedro Nuno Santos. Mas antes que este pegasse na palavra um Sr deputado do PSD usou a figura regimental “interpelação à Mesa” para saber quem é que estava inscrito para interpelar o Dr Passos. Ficou a saber que estavam inscritos uns 30 ou 40 Srs Deputados mas, como não aparecia o nome, António Costa, tentou voltar à conversa para saber se deixariam falar o deputado António Costa sem estar inscrito mas o Presidente da AR não lhe deu mais tribuna e entrou na conversa o deputado do PS numa intervenção a contrapor ao programa das direitas o programa das esquerdas, uma intervenção basto desagradável para os mercados que aliás já tinham dado a sua reprovação na bolsa .

Cuando el sudor de nieve fue llegando 
a las cinco de la tarde 
cuando la plaza se cubrió de yodo 
a las cinco de la tarde, 
la muerte puso huevos en la herida 
a las cinco de la tarde. 
A las cinco de la tarde. 
A las cinco en Punto de la tarde. 
O Dr Coelho respondeu com muito vigor e recebeu muitas palmas do seu grupo parlamentar. Interveio então o líder parlamentar do PSD com pesados argumentos demonstrativos de que o povo escolheu o Dr Passos para 1ºM e que o Sr Costa perdeu e portanto “não tem o direito de se sentar aí onde Vª EXª se senta”.  E Luís Montenegro sentenciou que nunca viu em 23 anos de política que leva no lombo… nunca viu alguém que perdeu as eleições ser 1ºM. E bateu e rebateu um a um os argumentos de Nuno Santos com um vigor de excitado calimero.
Un ataúd con ruedas es la cama 
a las cinco de la tarde. 
Huesos y flautas suenan en su oído 
a las cinco de la tarde. 
El toro ya mugía por su frente 
a las cinco de la tarde. 
El cuarto se irisaba de agonía 
a las cinco de la tarde. 


O Dr Passos no papel de quase 1º M à beira da agonia voltou a pegar na sua palavra perante uma plateia entre o desatento e o agastado.

A lo lejos ya viene la gangrena 
a las cinco de la tarde. 
Trompa de lirio por las verdes ingles 
a las cinco de la tarde. 
Las heridas quemaban como soles 
a las cinco de la tarde, 
y el gentío rompía las ventanas 
a las cinco de la tarde. 
Alto. Espera aí… agora fala a Catarina. Diz ela “Estamos a debater um programa de governo que antes de o ser já não o era.” E diz que os lamentos do falhado governo não fazem lei e portanto têm de se resignar ao seu estado de coligação derrotada. Está a dizer coisas horríveis. Coisas mesmo de esquerda. Vou ouvi-la. Os calimeros estão excitadíssimos, barulham…
Catrina diz que triplicaram a dívida e assusta as bancadas da direita.
O Sr quase 1º M responde com ar animado por cima e derrotado por baixo. Diz que discorda de tudo o que Catarina disse e volta a recitar o que já disse antes.
Falou a seguir Jerónimo de Sousa que não deixou pedra sobre pedra do programa e dos argumentos dos derrotados calimeros.
A las cinco de la tarde. 
¡Ay, qué terribles cinco de la tarde! 
¡Eran las cinco en todos los relojes! 
¡Eran las cinco en sombra de la tarde!
Cumprimento os meus vizinhos de mesa, em especial o casal bem posto, pago o meu café, já não aguento ver todas aquelas caras que durante 4 anos atormentaram o país. E vou dar uma voltinha pelo jardim com La cogida y la muerte do Grande Federico García Lorca debaixo do braço.
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?