.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-16

 

Coelhinhos de Louçã reproduzem-se em Bruxelas


“Imaginem que se colocam dois coelhos numa cova; de certeza que vão surgir coelhinhos. Mas experimentem pôr duas notas de 100 euros, juntas uma com a outra, numa caixinha; acham que vão surgir muitas notas de 20 euros dessa caixinha?” Louçã dixit.

É verdade. Encontrei-os em Bruxelas e já se reproduziram numa das ruas mais "in" da downtown junto de uma praça que atravessa a Avenue Louise, conhecida sobretudo pelas lojas de Marca. Ou seja, os coelhos do dr. Louçã têm gostos caros. Não sei se eram macho e fêmea, ou se algum deles recorreu a "barriga de aluguer" mas os efeitos estão aí. Reproduziram-se, ainda por cima, em Bruxelas, centro de decisão por excelência. Mas é estranho que os coelhinhos sejam "laranja". Alguma metamorfose ou coligação contra Sócrates, só pode ser.

Mas os Coelhinhos são lindos e feitos de papel machê, palavra originária do francês "papier mâché", que significa papel picado, amassado e esmagado.


Mas digam lá se os coelhinhos não são lindos!

Etiquetas: ,


Comments:
A laranjite dos coelhinhos tem a ver com a preferência e empenho da esquerda à esquerda do PS, neste PS incluindo o próprio Alegre porque não suficientemente revolucionário apesar do tanto jeito lhes tem dado, preferirem ter o PSD no Governo.
 
Como é que vou agora meter estes coelhos do PSD na fábula?
Versão pós-moderna duma fábula de Esopo:
A multiplicação dos coelhos do BE e a desmultiplicação do Coelho do PS.

 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?