.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-14

 

MIOPIAS


As paragens de autocarro são espaços sociais de desabafos de vidas. Ouve-se tudo e mais alguma coisa. Eis um excelente ponto de encontro dos políticos com a população. Em vez da campanha porta-a-porta escolham as paragens do BUS. Hoje, depois de uma ida ao ginásio algo ridícula (já conto) resolvi sentar-me num banco de espera dos "amarelos" da empresa Horários do Funchal.
Saúde era tema de conversa. Um homen falando baixinho dizia: "isto bateu no fundo, enquanto estiver na Madeira...nem digo o resto...é uma". Pois, todos perceberam. Mas a procissão ainda nem saíu da igreja porque só agora o espectáculo começou.
Uma das mulheres reclamava o pagamento de 4 mil euros por uma operação às cataratas numa clínica privada quando, afinal, poderia ter ido ao público, até porque o caso não era urgente e a lista de espera aceitável. Só que a doutora, que faz público e privado, sócia de clínica, pintou o quadro tão negro que isto de poder ficar cego (ou ver em duplicado) não se brinca e lá foram 4 mil.
Só depois é que a mulher percebeu o "negócio". Tarde demais. E parece que continua a ver pouco. Estava furiosa. Pelo menos, isso! Já conta.
Sou míope e gosto. Só vejo quando quero. É uma grande vantagem.
Mas sou um desastre quando resolvo colocar os óculos no alto da cabeça. Tenho uma relação difícil com as lentes. Sempre tive. A culpa foi minha. Aos 11 anos, no liceu, tinhamos inspecção médica e uma turma inteira resolveu dizer ao oftamologista que não via. Foi-nos receitado óculos e escolhemos todas os aros da moda. Enfim, tontices de início da adolescência. Agora, sim, sou verdadeiramente miope mas fiquei com tique. Só tiro os óculos da cabeça quando quero porque acho que conheço os amigos só pelo traços.
Engano. Hoje ao sair da secção feminina do ginásio, deparei-me com um check up masculino. O personnal trainer acabara de medir-lhe a tensão arterial e iniciava outra medição à volta da cintura. Parece que a fita métrica tinha dificuldade em dar a volta. Barrigas. Quando olhei "reconheci" a pessoa. Não! Confundi a pessoa mas era tarde demais pois já lhe tinha dito: "Não te preocupes que ainda chegas a miss".
Só aí percebo que não conheço o homem de parte nenhuma. Peço desculpa...explico a confusão e desato a subir as escadas. Há muito tempo que não ria até às lágrimas.
Bendita miopia.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?