.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-07-16

 

A proposta de revisão constitucional do PSD/M

Alberto João Jardim, no seu estilo provocatório como sempre, neste seu "projecto de revisão constitucional" defende, entre outras ideias, a ilegalização dos comunismos, a possibilidade de criação de partidos regionais, chama aos orgãos de soberania orgãos estranhos e quer abolir a designação de Estado Unitário da Constituição Portuguesa.

Com estas ideias, a primeira provocação e desafio estendem-se a Ferreira Leite e à direcção nacional do PSD. A Dr.ª vai ter de se explicar perante o País como encara estas ideias de revisão constitucional.

Ou será que, seguindo a escola do Prof. Cavaco Silva, também vai engolir este vexame de Jardim em seco? Se vai ao Chão da Lagoa, lá terá de ser. Se diz algo agora Jardim barra-lhe a viagem. Jardim de parvo não tem nada, escolheu o timing certo.

Sabemos bem que Jardim nunca morreu de amores por Ferreira Leite. Agora está "de bem", mas já lhe cravou a faca no peito. Não foi mortal, mas ficou combalida. É a retribuição à Ferreira Leite das Finanças. Foi ela que, para usar a expressão de Jardim, começou a apertar-lhe o cinto. E sem dinheiro a fanfarra não toca.

Etiquetas: ,


Comments:
PSD nacional está a tentar fugir às questões incómodas que Jardim colocou, dizendo que não é tempo de discutir a revisão. Manuela Ferreira Leite tem de se pronunciar. Avalisa ou não as ideias de Jardim? Estão ou não no mesmo partido, tanto mais que Jardim é um seu apoiante de peso?
Ana Costa
 
Olá, Ana Costa. Temos mesmo de forçar o PSD a dizer o que pensa sobre as propostas de Jardim. Ou será que o Pacheco pereiraque já se pronunciou sobre o aspecto dos comunismos é o porta voz?
João Abel de Freitas
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?