.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-02-12

 

[1932] Pouco Pão muito Circo


O tempo é de vacas magras. O Governo distribui pouco pão. A oposição então oferece circo.
"Face oculta", escutas ao 1º ministro, conversas de café "escutadas" a Sócrates, Mário Crespo, Manuela Moura Guedes, Eduardo Moniz, Sol, muito Sol, primeira e segunda edição, sindicato dos juizes e também do MP, juiz daqui, procurador dali, gente que desde Barroso e Santana perdeu "direitos adquiridos" à "mesa do orçamento". Gente de "honra".
A táctica tem sido afinada. Vale tudo. Não dispersar esforços. Direcção única do ataque: Sócrates.
Pelos votos a coisa não foi? Então o PSD, acolitado lógica mas cautelosamente pelo CDS, sem lógica ou com lógica menos confessável pelo PCP e o BE, o PSD - dizia - socorre-se do que puder. Pode contar com Cavaco? Mas não com o Lima nem José Manuel Fernandes. Quantos magistrados poderá utilizar? Quantas escutas? E jornais, rádios e televisões? Se não for o Governo... a mentira, a difamação, a conjura não é crime nem desonra. É liberdade de informação! Pode-se até dizer, porque não? - para quem é bacalhau basta - que é luta pelo estado de direito!
A vida está muito difícil para grande parte dos portugueses, talvez  assim em ambiente depressivo a coisa pegue.
Partilhando o estado de carência (apenas em alguma medida porque já se senta no hemicírculo do Parlamento) Pacheco Pereira pede a António Costa [na Quadratura do Círculo, designação que no caso ganhou plena propriedade]  que o PS substitua Sócrates. António Costa lembrou-lhe que tem meios legais ao dispôr: moção de censura no Parlamento. Pois, pois... mas aí não... o preço arriscar-se-ia a ser demasiado alto, sabe-se lá se com vitimização não viria por aí de novo Sócrates com alguma maioria absoluta, além de que a bolsa cairia ainda mais e os apoios empresariais do PSD não aceitam. Era melhor ser o próprio PS a fazer o trabalhinho.

É este o Carnaval que temos
________________
Post Scriptum: vi agora ali, no telejornal, que o Senhor Conselheiro de Estado, António Capucho também. PP e ele.  

Etiquetas: , ,


Comments:
Caro Raimundo Narciso,
Vou fazer link :)
Abraço.
 
"Se não for o Governo... a mentira, a difamação, a conjura não é crime nem desonra. É liberdade de informação! Pode-se até dizer, porque não? - para quem é bacalhau basta - que é luta pelo estado de direito!"(sic)
O problema é que já são muitos a não querer comer bacalhau, porque há outros petiscos, muito bem cozinhados, bem mais atraentes para eles. Conclusão: muita gente está a ficar "enfartada".
Gostei!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?