.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-12-07

 

Palavras que fazem meditar e...

... e explicam muita coisa. 
23 lideranças da direita, em 27 Estados da União Europeia, dá para perceber melhor a política de desastre, liderada pela Alemanha, face à maior crise internacional desde 1929. A resposta destes governos da direita, às aventuras financeiras da "alavancagem", à "economia de casino", essa em que Pedro Passos Coelho defendia na privatização da CGD, ameaça destruir o euro e a própria UE.
  
Mário Soares no Diário de Notícias:

« ... A esmagadora maioria das lideranças europeias pertence, neste momento de crise, à direita ultraconservadora (23 em 27 Estados membros), pouco tendo a ver, no plano político-ideológico, com as velhas democracias cristãs do centro, que, com os socialistas, contribuíram, nos últimos cinquenta anos, para consolidar o projecto europeu. Pelo contrário, as lideranças actuais parecem não sentir a importância da Europa como projecto político de paz, de democracia pluralista, de bem-estar para os europeus e, sobretudo, de unidade e solidariedade entre os Estados membros, com um contrato social que constitui uma das principais identidades europeias. E, por outro lado, parecem pensar, de novo, em termos de um certo nacionalismo serôdio - cada um por si e os outros que se arranjem - que, no século passado, não o esqueçamos, conduziu a Europa a duas hecatombes mundiais.
...»

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?