.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-02-18

 

A difícil gestão da democracia

Paul Krugman, no jornal I de hoje, analisa os prementes problemas da realidade norte-americana e dá o sugestivo título à sua análise: Comer o futuro: a resposta republicana ao défice americano.
Vale a pena ler, diria que vale sempre a pena ler PK mesmo aos que estão distantes das suas concepções sobre a Economia e a sociedade.
Que problemas trata? De um problema essencial, do funcionamento da democracia em geral, por detrás da análise dos problemas da conjuntura política dos EUA.
Como dar a melhor solução (melhor para as grandes massas da população, não para os hiper-privilegiados) aos problemas económicos de um país no médio e longo prazo.
Cito:
...
"Os líderes republicanos proclamam aos sete ventos que as eleições intercalares lhes concederam um mandato para fazer cortes profundos nos gastos governamentais.
...
"O importante é perceber que, embora muitos eleitores afirmem querer uma redução dos gastos, quando se insiste um pouco percebe-se que tudo o que querem é cortar os gastos feitos com os outros.

"É esta a principal lição a retirar da última sondagem do Pew Research Center, em que se pergunta aos americanos se preferem gastos mais ou menos elevados numa série de áreas. Acontece que querem mais, e não menos, na maior parte das coisas, incluindo a educação e a saúde..."
...
"Ora o que andamos a ouvir desde Ronald Reagan é que o dinheiro que tanto lhes custa a ganhar está a ir pelo cano a baixo, que só serve para pagar hordas de burocratas inúteis ... Como podemos estar à espera que os eleitores compreendam a questão fiscal quando os políticos descrevem insistentemente a realidade de forma distorcida?"
_____________

A direita mais radical do Partido Republicano, a do Tea Party, investe milhões e milhões na desinformação e na propaganda de medidas que lhes darão um retorno multiplicado mas que apresentam ao eleitor como da maior vantagem para os que, na verdade, querem espoliar. E frequentemente podem parecer boas a quem não tenha a informação e formação suficiente para entender o alcance de medidas em geral complexas.
Barak Obama ou, em geral, quem queira vencer a direita e defender os interesses dos menos favorecidos tem, com frequência, de executar as políticas que lhes dêem satisfação imediata mas lhes comprometem o futuro.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?