.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-05-11

 

A minha dificuldade em escrever coisas válidas

Estes ditos debates dos políticos TOP eram evitáveis, apesar de Marcelo vir dizer que serão determinantes no voto.

Não sei se serão. Mas se o forem as diferenças em relação às últimas eleições são tendencialmente ZERO. As TV's poderiam ir ao baú repescar o que lá há e pôr no ar.

Até o estreante Passos Coelho com a pre-época no debate com Jerónimo de Sousa poderia ter escorregado mais. Jerónimo perdeu a oportunidade de questionar a fundo Passos Coelho com o célebre exemplo deste sobre a referência ao aumento do IVA da energia.

De facto, não são os salários a questão central da competitividade, como bem disse Jerónimo de Sousa.

Os custos dos factores de produção (energia, gás, telecomunicações, portagens, etc e muitos outros custos de contexto são a desgraça) que bem enunciou são o cerne da questão de facto. Apenas lhe faltou falar da má gestão, falta de preparação e de visão estratégica do empresário nacional .

Jerónimo de Sousa na refrega não soube tirar as conclusões da concordância que Passos mostrou ter com ele sobre isto.

Então os custos dos factores de produção são a base da não competitividade e vem aceitar/propor o aumento do IVA sobre a energia?

Jerónimo de Sousa não esteve atento e deixou passar.

Mas propostas objectivas aparecem poucas.

Aliás, seja quem for governo, o programa económico está já decidido: é o da TROIKA. Sejam claros e expliquem os efeitos da intervenção do FMI/UE


Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?