.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-06-03

 

Passos Coelho e as Novas Oportunidades

Vale a pena ler este artigo de 8 pontos sobre as novas oportunidades de Roberto Carneiro para se perceber que Passos Coelho andou muito mal na abordagem deste tema durante a campanha eleitoral.

Será que a forma como o Presidente do PSD abordou o tema não significará uma forma elitista de pensar? Ao fim e ao cabo que o ensino e o aperfeiçoamento profissional não deve ser acessível a toda a gente que o queira?

Etiquetas: ,


Comments:
Passos, com sua inexperiência tem o direito e obrigação de dizer tudo o que tenha na cabeça.

Sem complexos, pois não tem os rabos de palha de todas as «mulas velhas» que nos teem governado estes nos todos.

Já mandou a puta velha do Portas «olhar para ele»!

Tem que fazer o mesmo com todos!
 
Apetecia dizer a este fâ de Passos.
Viva ás putas velhas! De bom senso que as há!. Lembram-se da Maria Machadão da Gabriela? Que puta reformada de puta, mas tão sabidona! não reformada de outros misteres, e nestes era exímia. O harém funcionava com regras, melhor dizendo com protocolo. Belém (Lisboa) devia ver e reler como aquilo funcionava. Jorge Amado era uma máquina de saber. Agora estas putas novas sem passado nem sabem deitar-se.
Falta essa puta velha para gerir Portugal.
Se a descobrirem eu voto. Passos Coelho como se deduz do que diz o o seu fã não cabe neste rol.

Infeliz seremos.
 
Privatizar como o Passos quer é também uma forma de prostituição, com a agravante de não se vender apenas o corpo mas também todo um país, ao desbarato, deixo aqui um texto de José Saramago sobre o assunto:
«Privatize-se tudo, privatize-se o mar e o céu, privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei, privatize-se a nuvem que passa, privatize-se o sonho, sobretudo se for diurno e de olhos abertos. E, finalmente, para florão e remate de tanto privatizar, privatizem-se os Estados, entregue-se por uma vez a exploração deles a empresas privadas, mediante concurso internacional. Aí se encontra a salvação do mundo... e, já agora, privatize-se também a puta que os pariu a todos.» - In Cadernos de Lanzarote - Diário III
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?