.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-07-31

 

Uma bandeira nazi no Chão da Lagoa

O Chão da Lagoa é a festa do PSD/M, ou sendo mais exacto de Alberto João e Jaime Ramos, pois é nesse dia em que os dois elevam a sua incontinência verbal ao extremo.

Para além da incontinência do costume a que já ninguém liga, o Chão da Lagoa deste ano que ocorreu hoje teve uma outra particularidade: acomodou no recinto uma bandeira nazi, presente num poste durante o discurso de Jardim e Jaime Ramos.

Depois houve o retirar da bandeira. Toda esta encenação provoca leituras algo desconexas.

Tratar-se -a de traição, de provocação/ rotulagem?

Se de traição se tratar só pode advir dos correligionários próximos da Fama/Flama (que sabendo que Jardim iria chantagear com a saída se não obtiver maioria, decidem aumentar a chantagem com a presença "simbólica"). Se de provocação se tratar, bem aqui mais difícil se torna descortinar a origem.

As hipóteses estão em aberto. Cada um construa a sua visão.

Pela primeira vez, Jardim disse nos discursos deste dia uma coisa muito ajustada. Foi bom que Passos Coelho não tenha participado para não ficar embaraçado.

Etiquetas: , ,


Comments:
Ele não vai sair com os resultados, vai sair antes. Está a ser louco. Está a suicidar-se. Seja por uma vez homem. Mande outros para a frente e resguarde-se. Caso contrário dá o berro.
 
Urgente Passos Coelho ir à Madeira dizer a Jardim quem é Paulo Portas, pois vai ser necessário estender a coligação
 
Os tiranos não perdem eleiçõescaem da cadeira
 
Não aprecio alguns dos comentários anteriores, mas a responsabilidade embora sob anonimato cabe aos autores
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?