.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-08-10

 

Reduzir a TSU faz parte do plano de destruição do Estado Social

O professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade do Porto Abel Fernandes defendeu esta quarta-feira que a redução da Taxa Social Única (TSU) é «uma medida desnecessária e muito perigosa» em que o efeito será «pura e simplesmente um aumento dos lucros das empresas».

Tal medida "devia levar o Governo a reflectir maduramente sobre as eventuais implicações perversas, numa altura em que se prevê a redução das receitas da Segurança Social, resultante dos ajustamento do mercado de trabalho».

"O economista alerta ainda, em declarações à Lusa, para o facto de «não haver garantias de que a redução a TSU aumente a competitividade das empresas portuguesas», que é o principal argumento do Governo para a medida, porque «os empresários não têm que reflectir no preço dos produtos essa redução de encargos».

Assim, «o efeito [da redução da TSU] será pura e simplesmente um aumento dos lucros das empresas que vai ter que ser financiado por um aumento da carga fiscal sobre a generalidade dos portugueses».

Ou seja, estamos perante «um processo de redistribuição de rendimento entre as empresas e o comum dos cidadãos», o que, considerou, fere o princípio fundamental da equidade dos impostos.
...
Para Abel Fernandes, indo por diante a redução da TSU o cenário mais aceitável seria o da isenção da TSU para as empresas que criem novos postos de trabalho ... «tinha menos custos para a Segurança Social e para a actividade económica em Portugal». [Link]

Etiquetas: , , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?