.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-11-22

 

as festas de fim de ano na Madeira e o fogo de artifício

Antes de tudo, é fundamental que a Madeira em cada 31 de Dezembro tenha o seu fogo de artifício.

É o cartaz turístico mais significativo da Região e, convenhamos, a Madeira, penso que todos concordarão, sem turismo seria o desastre económico e social.

Não é que o turismo madeirense tenha estado a seguir o melhor trajecto. Não tem. Falta-lhe muito e, sobretudo, falta-lhe uma visão de futuro, um ajustamento à dinâmica que caracteriza o turismo destes últimos tempos e dos futuros, próximo e longínquo, onde o mar e a natureza, aliados ao turismo da descoberta económica, têm de ter um lugar compatível com as suas potencialidades de promover um turismo mais diversificado, mas em grande confluência num turismo de qualidade.

O turismo, para mim, é um sector estruturante e estratégico para a região e para o país.

Pouco se fala e se discute isto. Fica-se sempre por planos elaborados em gabinetes com fraca participação dos actores e da população.

Cultiva-se, de algum modo, admito que inconscientemente, a cultura da ignorância. Estes temas não chegam à população. Parece subsistir uma consciência implícita de que nisto só pensam os "doutores iluminados".

Mas voltando aos eventos. Não detenho informação para avaliar se os custos de adjudicação estão conformes.

Critico, contudo, a forma de adjudicação não ter primado pela transparência. Faz parte do que disse antes. Informar parece não integrar o léxico dos nossos governantes.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?