.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-11-02

 

Quem acode à EU e zona Euro?

Ninguém. Só ela própria.

Se a UE não muda "de caminho" vai ficar mesmo pelo caminho.

A Europa é um pigmeu político com um monstro financeiro nos braços pelo que não tem braços para o segurar.Tem um BCE que só tem parte das funções de banco central, estatuto imposto pela Alemanha. Tem agora o FEEF quase com mais funções que o BCE mas sem credibilidade e ferramentas próprias para actuar e sem capacidade financeira. Pensa apelar para os países emergentes, sem ter pensado nas contrapartidas que tem de dar para ter sucesso.

Ou muda de trajectória ou não vai longe.

As políticas de austeridade que estão a ser seguidas para o combate à crise financeira dos países são exactamente o contrário do que se devia fazer, com a agravante de que são políticas impostas aos países e contra a vontade dos povos. A nenhum país é permitido experimentar outro caminho. A receita é da redução das despesas públicas. Cortar despesas, cortar despesas, cortar salários, cortar despesas em domínios essenciais como a saúde, a educação, a segurança social, cortar investimentos essenciais.

Ninguém defende que não deva haver uma racionalização apertada nos custos. Ninguém defende que o aparelho de Estado, no seu sentido mais amplo, não deva ser repensado. Sem dúvida, estamos face a um processo urgente que acarretará reduções muito significativas nas despesas.

Mas tudo o que seja reduzir consumo,às cegas: reduzir poder de compra, não apostar numa fiscalidade equilibrada e generalizada a todos os rendimentos é e será um descalabro em termos de economia.

É exactamente o contrário disto que a UE preconiza.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?