.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-01-11

 

Que faz o Representante da República na Madeira?

Ouviu-se dizer que Alberto João Jardim tem um plano "B". Não se vê como se em mais de trinta anos nem um plano "A" teve, a não ser a aposta no betão,com as pessoas em plano secundário.

Que plano "B" será esse?

Mais uma de Alberto João em que felizmente as pessoas já acreditam menos.

Passei nesta quadra de festas um largo período na Madeira e in loco vi que a insatisfação é grande, que as pessoas começaram a aperceber-se de que a governação da Madeira ruiu por falta de estratégia e que muita gente próxima do "imperador" abertamente diz que ele é o problema e não a solução.

É uma frase feita que se ouve em alturas críticas e quando o visado está na mó de baixo. Também é verdade que desde há bastante tempo deu-se uma certa "libertação" da crítica e hoje já se criticam abertamente as políticas do PSD em público, vulgo cafés e nas famílias, mesmo quando sempre votaram PSD.

Também deduzi que infelizmente tinha razão sobre as eleições porque defendi o conhecimento prévio das medidas e que não devia haver eleições sem plano.

Muita gente votou Alberto João Jardim, por ainda desconhecerem as medidas de austeridade agora já anunciadas e que Jardim durante a campanha negou que houvesse ou assinasse.

A oposição foi frouxa, embarcou em eleições, sem ter exigido previamente o plano de resgate. Uma oposição de um modo geral muito pouco lutadora e cheia de tibieza.

Não tenho dúvidas de que se o plano fosse previamente conhecido, Jardim tinha sido derrotado nas urnas.

Mas havia muita oposição que temia a eventualidade de governar a Madeira em condições tão difíceis como as que aí se descortinam.

Não sei mesmo, se não foi este raciocínio de medo, de incapacidade que fez que as eleições se debruçassem sobre uma realidade virtual.

E afinal que papel tem o representante da República neste contexto? Extinga-se menos uns trocos do erário público.

Etiquetas: ,


Comments:
Vamos imaginar que o Plano B, garantido pelo Diácono do AJJ é mais uma fanfarronice de provocar outras eleições antecipadas, tens a certeza de que o "soba" não seria eleito por maioria?
JLF
 
a madeira tem um representante da república?

Portugal não tem uma embaixada nem um consulado no Funchal?
 
O povo madeirense tem que pagar e ir ao psicologo para resolver a dívida da Madeira.

O problema maior da Madeira é do foro psicológico.

Mas que não façam mais de parvo o povo "cubano".
 
Meu caro JLF,

Nem se trata de resultados eleitorais. A questão que sempre defendi em relação à Madeira é que a oposição deveria ter contribuído para que nas últimas eleições se tivessem criado condições mais sérias para o acto, exigindo junto de Cavaco Silva eleições só com o conhecimento do programa de resgate.
Não foi assim entendido, não sou dirigente de nada, mero cidadão com uma visão crítica e analítica.
A minha opinião é a de que com o conhecimento prévio do plano os resultados seriam outros.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?