.comment-link {margin-left:.6em;}

2012-07-22

 

Fiquei amigo do bispo mas, para meu prejuizo, ele... não sabe

D. Januário Torgal, o capelão-mor das forças armadas é conhecido pela sua frontalidade. Fazendo jus dessa sua virtude há dias, nos media, criticou asperamente o governo pela sua insensibilidade social, por descarregar sobre os mais necessitados os custos da crise e poupar os ricos que dela beneficiaram e beneficiam. Não receou acusar de “altamente corrupto" o governo de Passos Coelho e, sem subterfúgios, colocou-se do lado dos mais fracos.
Os catolicíssimos membros do Governo e seus papagaios de serviço logo se manifestaram escandalizados com o bispo, perderam a compostura, produziram acusações e aleivosias contra o prelado e revelaram assim que a sua igreja é a antiga, a do Cardeal Cerejeira. Passos e Ciª, desnorteados com as vaias que vão colecionando quando visitam o povo, revelaram-se afinal uns assanhados filisteus.
Sou um contumaz incréu, não frequento a igreja e não tenho convivência com bispos. Creio, aliás, que apenas uma vez surgiu a oportunidade de conversar com um bispo e esse foi, não por acaso, D. Januário Torgal. Não por estarmos ambos do lado dos mais fracos, não por ambos estarmos visceralmente contra a corrupção ou contra as prepotências de poderosos. D. Januário Torgal cruzou-se comigo e, dispensando apresentações, convidou-me para um “cafezinho”.

Foi assim: (quer mesmo saber? Então um clique aqui.)

Etiquetas: , , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?