.comment-link {margin-left:.6em;}

2013-07-01

 

Caiu o Relvas, caiu o Gaspar. Até já Pedro!

Caiu o "chefe do Governo", o chefe de facto, o técnico representante dos credores a quem este governo, sem sentido de Estado publicamente se oferecera. Este governo, de Pedro e Paulo, é um governo de "oferecidos". Já antes caíra Miguel Relvas, o ministro que trouxe ao colo o desqualificado ex-Jota, Pedro Passos Coelho, desde a incubadora, o aparelho do PSD, até ao cargo de 1ºM. Estas quedas dos homens-chave deste Governo que envergonha Portugal tomo-as como prenúncio credível de eleições antecipadas. Vaticinei em 2012 que o dueto Pedro e Paulo não chegaria a 2014. As coisas parecem bem encaminhadas.
Para substituir Vítor Gaspar a escolha da secretária de Estado Maria Luiz Albuquerque que carrega o escândalo dos swaps,  parece-me excelente e promissora de novos desenvolvimentos políticos. Esta minha avaliação alegre e otimista está em plena sintonia com a do ex-ministro das Finanças, Miguel Beleza que agora mesmo aqui, na minha frente, na SICNotícias acaba de manifestar uma enorme tristeza com a demissão do seu amigo e "grande ministro" Gaspar considerando-a trágica para o país. Estamos pois sintonizados. Ele como eu defensor dos superiores  interesses de Portugal. Para ele o Portugal dos banqueiros, Portugal satélite da Alemanha  e do seu Bundesbank. Para mim o outro Portugal, o das classes médias e dos trabalhadores.
A queda do Governo está, institucionalmente dependente, não do jovem de Massamá PPC, mas do  gigolô da política, Paulo Portas e do PR Cavaco Silva, um homem com a formatação mental do salazarismo rural, para mais comprometido com o BPN. São fatores adversos por isso é fundamental contrabalançá-los com a pressão da rua. Rua firme, determinada e sem as provocações da arruaça.  
Maria Luís Albuquerque está ferida com o escândalo dos swaps não apenas pela sua ligação umbilical aos ditos swaps, não apenas por estar a ser juiz em causa em que é arguida no processo de averiguação dos swaps mas mais ainda pelas declarações ladinas mas falsas perante o Parlamento ao declarar que o governo anterior não tinha dado a conhecer o dossiê dos swaps.
 

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?