.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-02

 

"O modelo social europeu" (4)

Para terminar estas curtas e básicas notas sobre esta temática que, aliás, se prende com uma outra: a dos diferentes "capitalismos" na Europa que lhe está ligada, uma breve referência ao "modelo francês", embora sobre este aspecto, o Pedro Ferreira seja maior conhecedor e melhor preparado para falar.

Para muitos autores, não há um "modelo francês", na medida em que ele é um compromisso entre o "nórdico" e o "alemão/renano". Com o nórdico partilha sobretudo o nível elevado de prestações sociais, com o alemão o tipo de financiamento dessas prestações. No entanto, diverge de ambos quanto aos mecanismos de procura de consensualidade, onde "a marca" é a do confronto. A greve desempenha quase sempre um papel prévio, a fim de se assegurar uma posição de força no processo de negociação.

Quanto ao modelo da Europa do Sul, ou "modelo mediterrâneo" cada país é um caso, mesmo em termos de mecanismos de consensualidades.

Estas notas sobre "o modelo social europeu" vieram a propósito do PS ter indicado para debate no Congresso um tema importantíssimo, a Reforma Fiscal, que muito tem a ver com vários dos aspectos de financiamento e de redistribuição do rendimento.

Mas sobre este matéria, aliás muito estruturante em termos de equidade/justiça social, o congresso do PS foi fraco. Ficou-se por generalidades vagas.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?