.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-07-17

 

A proposta de revisão constitucional do PSD/M (2)

Jardim, ontem, teve os palcos todos por sua conta: Tv's, rádios, blog's, etc, depois do DN ter divulgado as "teses" da revisão constitucional do PSD/M, subcritas por Jaime Ramos mas que toda a gente sabe serem da autoria de Alberto João Jardim. Via-se que estava radiante, com a coincidência ainda de falar de Beja.

"Dimensionou" bem a factura que quer ver Ferreira Leite pagar-lhe, se algum dia se viessem a cruzar no poder. Esperemos que não, mas isso são outras guerras.

Jardim ganhou por KO. Ferreira Leite, debilitada, lá terá de recuperar. Apenas tem como saída arranjar uma gafe, onde jure fidelidade a Jardim e o seu contrário. Neste momento, ela precisa de Jardim e tem de adiar ou entrelinhar umas ideias obtusas para responder à oposição. O Presidente Cavaco Silva, tão alinhativo e opinativo que anda, tem "desculpas formais" para não falar. Mas se falou no caso PT/TVI não se compreenderá o mutismo, ou melhor, compreende-se.

Jardim deu o nó a Ferreira Leite.

Mais do que uma proposta de revisão constitucional o que Jardim fez foi apresentar, por métodos indirectos, um caderno reivindicativo "leonino" a Ferreira Leite.

A oposição de esquerda é que tem de exigir muito firmemente a Ferreira Leite que se explique.

Etiquetas: , , ,


Comments:
Cavaco não é o presidente de Jardim, como ficou demonstrado na sua ida à Madeira. Deixou-se teleguiar. E agora permanecerá um caladinho de novo. Será que já foi para férias? se não foi tm pena é sempre uma desculpa.
 
Aqui, quem tem que se pronunciar não é o Cavaco, nem Manela, nem Jeróniomo de Sousa, na realidade quem tem que se pronunciar são aqueles que o elegem há 30 anos:"os Madeirenses".

Ou fazem-se de sonsos?
 
Não percebi a interrogação final do comentário anterior. Sou madeirense e não suspeito de votar em Alberto João, como muitos outros madeirenses.
Agora quanto ao tema em si, acho que o comentário septuagenário não tem uma pontinha de razão. Não preciso de s esgotar. Primeiro Alberto João é dirigente de um partido nacional, o PSD, e apresenta uma proposta de revisão constitucional E esse partido tem de se pronunciar. Logo Ferreira leite como dirigente máxima terá de dizer algo.
Cavaco não tem, mas como já se pronunciou sobre outros assuntos que não devia,para ser coerente deveria fazê-lo. Só que neste caso está em causa a sua sensibilidade política.
Para finalizar todos temos como cidadãos o direito de opinar, inclusive quem acha que a opinião sobre isto é coutada de Jardim.
João Abel de Freitas
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?