.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-09-01

 

Ministro das Finanças, Maçon ou da Internacional Socialista?

A resposta a esta questão tem todo o cabimento para se poder penetrar nos "altos pensamentos" de Alberto João Jardim que tenta explicar a bancarrota da Madeira por si levada a cabo, como grande timoneiro da Região nos últimos 33 anos.

É incómodo mesmo para quem não tem o mínimo de regras de conduta cívica deparar-se com a bancarrota por si construída por esbanjamento de dinheiros públicos. Mas vai ter de a enfrentar no período pós eleições pois, neste momento, está a ter a protecção de Passos Coelho e do Ministro das Finanças.

Ainda ontem as palavras embrulhadas e sem nexo de Jardim na explicação do inexplicável a respeito de mais um buraco de 233 milhões encontrado nas contas da Madeira merecem registo. Em plena praia de Porto Santo afirmava aos jornalistas:

"sectores da União Europeia que são afectos à Internacional Socialista e que estão a trabalhar na tróika e que a Maçonaria mobilizou tudo quanto podia para, neste período, atacar a Madeira."

Ora quem reconheceu publicamente haver esse desvio por corrigir nas contas da Madeira foi o Dr. Vítor Gaspar nada mais nada menos que Ministro das Finanças do actual governo, afirmando ainda as consequências nefastas que "poderia pôr em causa o programa de financiamento", e acrescentou "o desvio foi detectado atempadamente e compensado por medidas extraordinárias", acrescento eu, com medidas como os cortes dos nossos subsídios de Natal.

Alberto João Jardim não precisa de ser mais ridículo. Assuma que a situação é grave, colabore na tomada de medidas. Ainda pode "regenerar-se" nesta fase avançada de vida. Tenha pelo menos uma vez na vida alguma ombridade.

Etiquetas: , , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?