.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-09-17

 

Nato devia ser incriminada

Não domino as leis internacionais, mas o assassinato colectivo que aconteceu na Líbia decorrente da actuação da Nato, não é de certeza admissível à face de direito nenhum. Nem sequer era crível que Kadhafi estivesse no local do assassinato.

340 pessoas mortas por bombardeamento é, no mínimo, crime. Por engano de alvo? Vão dizer isso a outra gente.

A Nato, como instituição, deve ser julgada em tribunal penal.

Ou então expliquem-me a mim e a toda a gente como é possível com os meios sofisticados existentes, este disparate.

O Ocidente assim não vai longe. Europa e EUA não convencem ninguém quando matar indiscriminadamente se torna um alvo sem fundamento.

Etiquetas: , ,


Comments:
Efeitos colaterais de uma acção comandada pela Moral e pela Justiça, meu caro!
O POVO da Líbia vai entender e relevar a "bavure".

LG
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?