.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-11-03

 

Levado muito a "sério" o dia de hoje na Madeira

"O Representante da República para a Madeira, Ireneu Barreto, recebe hoje o presidente do PSD-M, Alberto João Jardim, para indigitá-lo a formar o XI Governo Regional da RAM, na sequência da vitória eleitoral obtida a 9 de Outubro.

...O Representante da República convocou na passada semana os representantes dos partidos com assento parlamentar que, à excepção do PND que recusou o convite de Ireneu Barreto, concordaram com a regra democrática do partido mais votado escolher o presidente do Governo Regional.

O PSD-M, que se fez representar por Miguel de Sousa e Jaime Filipe Ramos, mais uma vez indicou o nome de Alberto João Jardim, o líder do partido com 68 anos que desde 1978 é o chefe do Executivo madeirense", lê-se no DNotícias Madeira de hoje.

Como os putos brincam às casinhas, na Madeira brinca-se à República.

Vejam a graça disto. Há muito são conhecidos o organograma do novo governo regional e a sua composição.

Faz então algum sentido este teatrinho de aldeia? É pena não ter bonecos animados e palhaços pois a criançada ainda se divertia.

É para isto que serve um representante da República? Há muitos anos estou contra a existência desta figura bizarra. Que diferença há entre esta e a de governador civil? Só porque uma é nomeada pelo PR e a outra era pelo Governo?

Que fantochada aquela de receber os partidos e anunciar que concordaram com a regra democrática de ser o partido mais votado a constituir governo? E, se algum partido, dissesse que não qual o efeito?

Estas formalidades são um copy past do que se passa na República.

Havia que ter inovado e simplificado, aliás como também já muita coisa não faz sentido na República, como aquele aparato tudo da GNR em Belém que houve há dias para o PR receber os embaixadores.

Simplifique-se isto tudo e debrucemo-nos sobre os assuntos de fundo. Autonomia não é para estescoy pasta bizarros.


Etiquetas: , ,


Comments:
Dar posse a AJJ podia ser cerimónia eliminada há tantos anos, que nem se percebe o que a nivel nacional interessa, tal a rotineirice.

Se os madeirenses gostam e teem orgulho nessa repetição
salazarenta, podiam eliminar o trabalho de fazer eleições.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?